Curtumes: uma história em constante construção

O Rio Grande do Sul detém 31% do total de indústrias brasileiras que fazem o curtimento da matéria-prima

O couro tem um papel importante na história e economia do Rio Grande do Sul e a Seta se orgulha de fazer parte dela. Em 1941, para atender a demanda crescente da indústria curtidora local, foi criada a Sociedade Extrativa Tanino de Acácia, mais conhecida como SETA. Desde então, nossos taninos extraídos da casca da árvore de acácia-negra contribuem para a produção de um produto único como o couro: natural, durável, versátil, bonito, atemporal e confortável.

Ao longo dos anos, o setor tem passado por inúmeros desafios, mas segue se reinventando com garra, determinação, resiliência e criatividade. Com as constantes mudanças e demandas do mercado, os curtumes tiveram que buscar alternativas e melhorias para manterem-se firmes no propósito de continuar produzindo e fornecendo couros de qualidade para diversos segmentos do mercado, tanto no Brasil como no exterior. Atualmente, os curtumes seguem rigorosas legislações ambientais, além de buscarem certificações nacionais e internacionais, selos de qualidade, pesquisas e desenvolvimentos constantes, uso de novas tecnologias, parcerias e prospecção de novos mercados. Para saber mais dessa história, confira a reportagem publicada no Jornal do Comércio em 27/09/2020, falando um pouco dos curtumes da nossa região, suas histórias e desafios ao longo dos anos. Sem dúvida, é uma indústria que traz muito orgulho para nosso estado e que, mesmo em momentos de dificuldades, segue em frente com garra e determinação.

Seguimos juntos!

Fonte:
https://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/cadernos/empresas_e_negocios/2020/09/757841-curtumes-uma-historia-em-constante-construcao.html#.X3HwdGDjYqs.linkedin

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira outros conteúdos

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOTÍCIAS E LANÇAMENTOS


    Gostaria de receber e-mails da Seta